Um Sonho de intercâmbio capítulo 11

Oi gente! Quem sentiu falta de Um Sonho de Intercâmbio? Para quem não sabe do que eu estou falando, eu estou escrevendo capítulos de um mini livro meu e postando aqui no blog. Se você ainda não leu algum outro capítulo, leia ele antes de conferir esse. Para quem não viu meu último post eu ensino  Como fazer machucado falso. Então vamos nessa:

Chegou o e-mail! Chegou! Olha que eu só cheguei a caixa de entrada 150 vezes, o que é um grande avanço, considerar já cheguei a checar o dobro. É gora ou nunca. Minha host Family está a um e-mail de distância de mim. Calma, respira, espira, igual a psicóloga mandou. Pois é né, PSCICÓLOGA. Acontece que a um tempo a trás (tipo um mês), meus pais começaram a achar que eu estava com problemas, e bem, o resto é meio obvio. Esperaram o momento certo, me meteram em um médico, e blá blá blá!

De: marie@schcool.com

Para: isag@mail.com

Oi Isabela. Aqui é a Marie do programa schcool para jovens. Segue aqui me baixo sua host Family :

Mãe: Julieny

Pai: Robert

Filhos: Tamara- 14 anos, Chris- 16 anos e Dasy- 8 anos.

De: marie@schcool.com

Para: isag@mail.com

Oi Isabela. Aqui é a Marie do programa schcool para jovens. Segue aqui me baixo sua host Family :

Mãe: Julieny

Pai: Robert

Filhos: Tamara- 14 anos, Chris- 16 anos e Dasy- 8 anos.

Me belisca que eu estou sonhando. Acabei de ser designada pela família americana perfeita! Sabia que apesar de desavenças tudo ia acabar bem. Que bom, que bom, que…

-Por que? Por que? Por que?- Fala uma voz triste e quase sem vida.

Opa! Me esqueci que estava vendo um filme, pois é. Esse tipo de coisa acontece quando estamos na cama as 4:37 da… MANHÃ. Como o tempo passou rápido. Eu vou dormir. Quem eu quero enganar, eu vou mesmo é acordar a minha mãe para contar tudo.

Com passos rápidos e silenciosos, que estão mais para, estabanados e barulhentos. Chego ao quarto dos meus pais.

-Mãe! Pai!- Os dois acordam atordoados, provavelmente achando que eu tinha posto fogo no apartamento. O que já aconteceu, mas isso é história para outro momento.

– O que foi filha?- Diz a minha mãe. Ela perguntou por obrigação, estamos de madrugada, em horário de verão, é obvio que o único pensamento dos meus pais é dormir, e é exatamente o que estão fazendo. Vagarosamente puxando as cobertas por cima das cabeças, como uma forma silenciosa de dizer: “ já pode sair ” . Depois ainda questionam o motivo dos adolescentes afirmarem que ninguém conhece eles. Mas, felizmente, eu não sou do tipo que desisti fácil.

– É que acabei de descobrir que vai ser a família que vai me acolher em Miami.- Os cobertores foram para o chão, e as expressões de sono cansaço e com uma pitada de desprezo, se transformaram em espanto ansiedade e preocupação

Então gente foi isso. Amanhã tem mais. Deixem aqui em baixo qualquer sugestão. E não se esqueçam de conferir o último post.

Bjs, Sofi.

Anúncios

3 comentários sobre “Um Sonho de intercâmbio capítulo 11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s